Bahia, 20 de maio de 2019 às 08:07 - Escolha o idioma: pt Português

Feira de Santana poderá ganhar sistema de reconhecimento facial em locais de grandes aglomerações, diz secretário


Por: - Crédito da Foto:


 

A ferramenta já é usada nas estações de metrô de Salvador, na Arena Fonte Nova.

O Secretário de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA), Maurício Barbosa, informou durante reunião de avaliação da Micareta de Feira, na manhã desta segunda-feira (29), que a cidade poderá ganhar o sistema de reconhecimento facial em locais de grandes aglomerações. A ferramenta já é usada nas estações de metrô de Salvador, na Arena Fonte Nova. Já foram usadas nas estações rodoviárias de Salvador e também no aeroporto internacional.

O sistema foi usado na cidade, pela primeira vez durante a Micareta, que ocorreu entre os dias 25 e 28 de abril e resultou na prisão de 33 foragidos da justiça. A mesma tecnologia foi usada no Carnaval de Salvador e captou um criminoso, que estava fantasiado de mulher.

“Agora a intenção do Governador é ampliar a utilização dessas ferramentas para as maiores cidades do estado e com certeza Feira de Santana é uma delas. Para os locais de grandes aglomerações públicas, o estado já fez a primeira aquisição – uma outra ferramenta com muita eficiência que nos permitiu uma redução de 25% de roubos de veículos na capital e a ampliação dessas ferramentas de tecnologia para outras cidades, como Feira de Santana, é um próximo passo que o Governo do Estado da Bahia quer fazer” informou o secretário ao Acorda Cidade.

Segundo ele, o sistema coletou mais de um milhão de rostos nos quatro dias de festa sendo que deste número 33 foram identificados como foragidos da justiça.

“É uma tecnologia que faz a detecção de face. Para que a população tenha ideia, esses quatro dias foram coletadas e capturadas pelo sistema, um milhão e trezentas mil faces de pessoas que passaram ao longo desses quatro dias pelos portais. Dessas um milhão e trezentas mil pessoas, 904 alertas foram dados, ou seja, pessoas que pareciam ser aquelas com mandatos de prisão e desses 904 alertas, 33 pessoas tinham o mandato de prisão em aberto (…) Dentre essas 33 pessoas presas, havia oito homicidas, fora outras pessoas que estavam em cumprimento de prisão domiciliar, que não poderiam estar na festa e também foram presas e levadas a presença da justiça para que fossem convertidas essas prisões domiciliares em prisões preventivas”, explicou

Sem homicídios

Maurício Barbosa destacou os números positivos do policiamento, especialmente em relação ao índice zero de homicídios.

“Esse resultado por si só, já foi bastante satisfatório e seguido de uma redução efetiva. Nós não tivemos nenhum homicídio, nenhuma tentativa de homicídio, nenhuma lesão corporal seguida de morte, as agressões corporais foram de uma redução de 56%, e nós tivemos um aumento de produtividade, com pessoas que foram conduzidas às unidades policiais de 180%. São números satisfatórios , o que significa que a polícia trabalhou mais e não é a toa que conseguimos excelentes resultados” destacou.

Maior número de reconhecimentos no mundo

 

O secretário acredita que o resultado do uso do sistema na Micareta foi um dos maiores do mundo, onde a tecnologia foi empregada.

“O que nós queríamos era que na Micareta de Feira, que é um evento menor que o Carnaval de Salvador, tivesse todas as condições de testar e avaliar o emprego da nossa tropa e graças a Deus, deu muito certo. Tivemos um excelente resultado. Eu acredito que seja um dos maiores resultados dessa tecnologia de emprego no mundo. Ouso dizer isso e até posso procurar dos nosso técnicos, avaliar em um grande vento um numero tão grande de pessoas identificadas e presas como vimos na micareta 2019”, declarou o secretário Maurício Barbosa, Secretário de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA).

Divulgar antes ou não?

 

Divulgar que haverá câmeras com reconhecimento facial dias antes da Micareta foi importante para afastar criminosos da festa, mas a polícia sabia que eles tentariam entrar sem passar pelos portais de abordagem. Sabendo disso uma, das estratégias da policia foi não divulgar os números de pessoas já reconhecidas enquanto a festa estivesse ocorrendo.

“Essa estratégia foi exatamente de não passar durante o dia a dia da Micareta o resultado efetivo, até para que nós tivéssemos um resultado total do final e para que pudéssemos fazer os ajustes necessários e não afastar a bandidagem. Sabendo que nós estávamos fazendo o reconhecimento facial, eles poderiam tentar de outra forma entrar na festa sem passar pelos portais de abordagem”, disse.

Sobre o Complexo Policial Investigador Bandeira, no conjunto Jomafa, que possui vários problemas na estrutura, o secretário anunciou que o órgão passará por uma reforma e que a licitação sairá em breve.

O balanço da Micareta de Feira ocorreu no auditório do Conjunto Penal de Feira de Santana, no bairro Aviário. Além do secretário participaram comandante-geral da PM, coronel Anselmo Brandão, o delegado-geral da PC, Bernardino Brito, o comandante do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Francisco Telles de Macedo, e o diretor do Departamento de Polícia Técnica, Élson Jeffesson.

Resultados em números – Quinta a domingo (25 a 28 de abril de 2019)

AUMENTO DE 186,9% NO NÚMERO DE CONDUZIDOS AOS POSTOS POLICIAIS
2018 – 176 conduzidos
2019 – 505 conduzido

DPT (Departamento de Polícia Técnica)
11 exames de lesão corporal
201 laudos de maconha, cocaína e inalantes
84 exames de Corpo de delito custodiado

ABORDAGENS
Mais de 1,3 milhões de pessoas passaram pelos portais de abordagens
Mandados cumpridos – 35
Prisões em flagrante – 11
Apreensão de arma de fogo e branca – 1 (não informou se foi revólver ou faca)

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR
77 atendimentos pré-hospitalares
1 atendimento de incêndio
4 atendimentos gerais
Realizaram também intervenções de prevenção através de 143 vistorias e atividades técnicas, além de cerca de800 pulseiras de identificação distribuídas durante a folia.

CRIMES CONTRA A VIDA
0 homicídio
0 tentativa de homicídio
0 lesões corporais graves
8 lesões corporais leves

CRIMES CONTRA O PATRIMÔNIO
Furtos em 2018 – 68 / Furtos em 2019 – 78
Roubos em 2018 – 7 / roubos em 2019 – 8

RECONHECIMENTO FACIAL
Rostos capturados -1,3 milhão
Alertas gerados 903
Mandados cumpridos – 18
Pessoas capturadas descumprindo prisão domicilia – 14
Condenados – 1
Total 33