Bahia, 16 de dezembro de 2018 às 11:27 - Escolha o idioma: pt Português

FMI nomeia primeira mulher economista-chefe, a indiana Gita Gopinath


Por: - Crédito da Foto:


 

O cargo é um dos mais importantes no organograma do FMI.

A indiana Gita Gopinath será a nova economista-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI) a partir de 2019, anunciou nesta segunda-feira (1) a diretora-gerente da organização, Christine Lagarde.

Gita substituirá Maurice Obstfeld, que ocupava o cargo desde 2015, e será a primeira mulher a dirigir o prestigiado Departamento de Pesquisa do Fundo.

“Gita é uma das economistas de maior destaque do mundo, com credenciais acadêmicas impecáveis, um histórico comprovado de liderança intelectual, e vasta experiência internacional”, afirmou Lagarde em comunicado.

“Estou feliz em nomear uma pessoa com tanto talento como nossa economista-chefe”, ressaltou a diretora-gerente.

O cargo é um dos mais importantes no organograma do FMI, já que tem a função de coordenar os relatórios de previsões globais publicados semestralmente, considerados referência para mercados e governos.

A próxima edição das “Perspectivas Econômicas Globais” será divulgada na próxima semana na assembleia anual do FMI, que acontecerá na Indonésia.

Gita, de 46 anos e doutora em economia pela Universidade de Princeton, é atualmente professora de Estudos Internacionais e Economia da Universidade de Harvard.

 

Por Agencia EFE