Bahia, 16 de outubro de 2018 às 05:01 - Escolha o idioma: pt Português

Mostra Teatro Princesa do Sertão dias 19, 20 e 21 de Outubro na Sala do Coro do Teatro Castro Alves


Por: - Crédito da Foto:


 

Chega à cidade de Salvador a Mostra de Teatro Princesa do Sertão. Quatro grupos oriundos de Feira de Santana apresentam quatro peças regionais explorando literatura, música e aspectos do sertão nordestino. As apresentações acontecem entre os dias 19 e 21 de outubro, na Sala do Coro do Teatro Castro Alves.

Os espetáculos proporcionam conteúdos diversos que atendem ao público infantojuvenil – como “A peleja de Maria Bonitinha”, da Cia. Cuca de Teatro –, assim como peças voltadas para o público adulto, como é o caso de “Encarceradas”, do Grupo Recorte de Teatro. Dentro do mundo literário, a Cia. Cuca de Teatro apresenta a peça infantil “Os Fogatas”, adaptação do texto “Os Cigarras e Os Formigas”, da escritora Maria Clara Machado. Já o grupo Conto em Cena traz a obra de Guimarães Rosa, “A hora e a vez de Augusto Matraga”, para os palcos do teatro com o espetáculo “Matraga”. Ambas as peças buscam desenvolver os elementos de valorização do teatro brasileiro e popular.

O projeto – “Quatro X Quatro – Mostra de Teatro Princesa do Sertão” é fruto da união de quatro grupos de teatro de Feira de Santana que trabalham para disseminar a produção do interior, sob o olhar atento frente às questões de cultura, ética e sociedade. A Cia. Cuca de Teatro – que em 2018 celebra 20 anos de trabalho voltados a infância e juventude; o Grupo Conto em Cena – com nove anos de atuação, conciliando de maneira prazerosa teatro e literatura e com a dramaturgia corporal como linha de pesquisa; o Grupo Recorte de Teatro – quatro anos de atuação, mantendo a linha brechtiniana, trazendo para os palcos textos autorias em caráter teatro documental com recortes sociais; e Grupo Cordel – com seis anos de trabalho, com montagens voltadas tanto para a cultura nordestina e para a técnica de dramaturgia corporal.

A peleja de Maria Bonitinha – Cia. Cuca de Teatro

19 e 20 de outubro (sexta e sábado), 16h

O espetáculo conta a história de Maria Bonitinha, a menina do sertão que sai de sua terra para fazer uma visita especial à sua amiga por correspondência, Joana Natureba. Na cidade, a sua cultura e costumes despertam o preconceito e a indiferença das outras crianças. Não vai ser nada fácil, mas com a ajuda de sua amiga Joana, Bonitinha vai mostrar que ser diferente pode ser bem legal. O espetáculo resgata a força da cultura popular, aquela que é passada de pai para filho. Texto de Elizete Desteffani e direção de Geovane Mascarenhas. No elenco: Jacy Queiroz, Geovane Mascarenhas, Elizete Desteffani, Neide Kocca, Jailton Nascimento, Fernando Araújo e o músico Itamar Vieira.

 

Matraga – Grupo Conto em Cena

19 de outubro (sexta), 20h

Adaptado da obra “A hora e a vez de Augusto Matraga”, de Guimarães Rosa – o mágico no reino das palavras –, o espetáculo relata a saga de um homem, o maior valentão e temido do lugar, em busca de sua redenção. Após uma surra, que quase o levou à morte, ele acredita que sua hora de entrar no céu irá chegar e, através da fé, da comunhão e do trabalho, busca a regeneração dos seus pecados. Com a direção de Geovane Mascarenhas, e atuações de Elidiane Souza, Fernando Pedro Maria, Leidy Alencar, Márcio Nunes, Mônica Araújo, Tereza Guimarães e Welber Oliveira, o espetáculo utiliza-se e reconstrói a atmosfera de Guimarães Rosa presente no conto adaptado.

 

Encarceradas – Grupo Recorte de Teatro

20 e 21 de outubro (sábado e domingo), 20h

Uma montagem que emociona, faz rir do que não tem a menor graça, leva o público a refletir junto com o elenco e dá um soco necessário no estômago de uma sociedade que vive a fingir que aquelas mulheres presas nem existem. O que as levou ao crime? Como é o dia a dia? Encarceradas fala de abandono, da dor da saudade, de criminalidade e conta diversas histórias que muitos nem imaginam existir.

 

Os Fogatas – Cia. Cuca de Teatro

21 de outubro (domingo), 16h

Livre adaptação do texto “Os Cigarras e Os Formigas”, de Maria Clara Machado, e fundamentado na linguagem do clown (palhaço), o espetáculo é construído a partir das fábulas, trazendo para o tempo presente críticas de costumes, discussão social e elementos de valorização do teatro brasileiro e popular. Juntos, os buliçosos vizinhos Os Cigarras, Os Formigas e Os Abelhas Batistas vivem conflitos hilariantes e se metem em planos e confusões com um final surpreendente. Adaptação do texto: Elizete Desteffani com coparticipação do Grupo. Direção: Geovane Mascarenhas; direção musical: Heraldo Souza. No elenco: Jacy Queiroz, Geovane Mascarenhas, Elizete Desteffani, Neide Kocca, Jailton Nascimento, Fernando Araújo e o músico Itamar Vieira.

SERVIÇO

Mostra Teatro Princesa do Sertão

19/10 e 20/10, 16h: “A peleja de Maria Bonitinha”

19/10, 20h: “Matraga”

20/10 e 21/10, 20h: “Encarceradas”

21/10, 16h: “Os Fogatas”

Onde: Sala do Coro do Teatro Castro Alves

Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)