Bahia, 20 de maio de 2019 às 07:50 - Escolha o idioma: pt Português

Prefeito de Luís Eduardo Magalhães perde o foro especial em caso de desvio e falsidade ideológica


Por: - Crédito da Foto:


 

A decisão, publicada nesta segunda-feira (22), é da desembargadora Ivete Caldas Silva Freitas.

 

O prefeito de Luís Eduardo Magalhães, no extremo oeste, Oziel Oliveira, vai responder por um processo referente a uma gestão passada dele na Justiça de 1° grau. A decisão, publicada nesta segunda-feira (22), é da desembargadora Ivete Caldas Silva Freitas. Conforme a magistrada, Oliveira é acusado de crime de responsabilidade – no caso de apropriação de verbas públicas, e falsidade ideológica – quando também era prefeito da cidade em 2004. Como os supostos fatos ocorreram em gestão anterior, a desembargadora atendeu à determinação recente do Supremo Tribunal Federal (STF). Em maio do ano passado, a Corte estabeleceu que os gestores só têm direito ao foto especial [o foro privilegiado] quando os fatos ocorram durante o mandato e tenham relação com a gestão corrente. As acusações contra Oziel Olveira foi feitas pelo Ministério Público do Estado (MP-BA).

 

Bahia Notícias